terça-feira, 29 de setembro de 2015

Aconteceu na BEM Sulacap...

  • 23/JUNHO      DIA DO IMIGRANTE 


EXPOSIÇÃO TEMÁTICA: OS IMIGRANTES - O legado daqueles que escolheram o Brasil como segunda pátria.    

Bonecas típicas, livros, revistas e objetos.


  •      JULHO150 ANOS DE ALICE NA CIDADE MARAVILHOSA


16/ JULHO     ENCONTRO COM ALICE NA BEM SULACAP: CHÁ COM ALICE





  •     SETEMBRO : POESIAS  PELA CIDADE





CONCURSO DE POESIAS COM SARAU POÉTICO

1º COLOCADO: “TRISTEZA INDIGESTA”  /  DJALMA PESSATA

2º COLOCADA: NEGRITUDE / MARGARET FRANCO

3º COLOCADA: ABANDONADO / MARISE BAUER


Biblioteca Escolar Municipal do Jardim Sulacap - Lucia Benedetti
Praça Mário Saraiva, s/nº - Telefone: 3357-6168
CEP 21741-100
Facebook: www.facebook.com/BibliotecaEscolarMunicipalJardimSulacap
Horário de funcionamento: das 9 às 17h

Postado por Maria da Conceição Silva, subgerente da BEM Sulacap.

CONCURSO DE REDAÇÃO “Minhas memórias literárias” - para bibliotecários e professores


I – DO CONCURSO

  • Considerando o programa Rio, uma Cidade de Leitores a política pública de promoção de leitura da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e
  • Reconhecendo a importância da produção escrita como expressão do pensamento e da arte, o papel do professor e do bibliotecário na difusão da cultura literária nas escolas e bibliotecas e a proximidade do mês de outubro, em que se comemoram o Dia do Mestre (15) e o Dia Nacional da Leitura (12),

   A E/SUBE/CED/Gerência de Mídia-Educação propõe o Concurso de Redação para Professores e Bibliotecários da Rede Pública Municipal, que consiste na seleção de redações inéditas, com o tema “Minhas memórias literárias”.

II – DOS OBJETIVOS

- Reconhecer a importância dos textos memorialísticos como expressão cultural.
- Estimular a produção escrita dos professores e bibliotecários da Rede.
- Valorizar o papel do professor-autor e do bibliotecário-autor.
- Instigar a criatividade e a imaginação.
- Refletir sobre o tema proposto.
- Diversificar a prática profissional, incentivando os participantes à leitura, à escrita e à criação.

III – DOS PARTICIPANTES

   Poderão participar do concurso todos os professores e bibliotecários lotados nas Unidades Escolares da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro, incluindo Creches, EDI, CRE, Nível Central e Bibliotecas.

IV – DA COORDENAÇÃO

   À E/SUBE/CED/Gerência de Mídia-Educação caberá a coordenação geral do concurso. É de sua competência:
§ enviar o regulamento deste Concurso às CREs, às Unidades Escolares, ao Nível Central da SME e às Bibliotecas;
§ indicar e constituir a comissão julgadora da SME;
§ divulgar o nome dos autores das redações selecionadas;
§ organizar a coletânea dos textos selecionados, com vistas à publicação.

V – DOS PRAZOS

  •             Lançamento do concurso: 23/09
  •             Produção: de 23/09 a 15/10
  •             Envio das redações para a Gerência de Mídia-Educação: até 28/10
  •             Seleção na Gerência de Mídia-Educação: 29/10 a 13/11
  •             Divulgação do resultado: 16/11
  •             Premiação: dezembro de 2015
VI – DAS REDAÇÕES

§ Os textos terão como tema “Minhas memórias literárias”, e devem ter entre 30 e 50 linhas.
§ As redações deverão ser digitadas, observando-se as seguintes disposições técnicas: documento do Word ou Open Office (extensão .doc), fonte Arial ou Times New Roman tamanho 12, espaçamento simples, margens de 2 cm, tamanho da lauda A4.
§ As redações deverão estar identificadas com o nome do professor/ bibliotecário, cargo/função e a unidade de lotação. Estas informações deverão aparecer no cabeçalho do texto.
§ Todos os participantes enviarão suas produções para o endereço eletrônico minhasmemoriasliterarias@gmail.com, em anexo ao e-mail, assim como a autorização para publicação (que segue ao fim do presente regulamento) devidamente preenchida e assinada.
§ Os professores e bibliotecários poderão participar do concurso com apenas uma produção escrita. Não há limite de participação por unidade de lotação.
§ A E/SUBE/CED/Gerência de Mídia-Educação se encarregará da seleção de 100 (cem) textos, que serão organizados em um livro digital, disponibilizado a todos os participantes, bem como nas páginas oficiais do programa Rio, uma Cidade de Leitores no Facebook e no Twitter.

VII – DO JÚRI E DA SELEÇÃO DAS REDAÇÕES

§ Os critérios de seleção serão: adequação ao tema, criatividade, correção ortográfica, coerência e coesão.
§ A Comissão Julgadora selecionará 100 (cem) redações, que comporão uma coletânea, organizada em formato de livro digital, a ser distribuído aos selecionados no formato de CD ou DVD.

VIII – DA PREMIAÇÃO

   Os autores dos 10 (dez) melhores textos serão premiados com kits de livros, em cerimônia a ser realizada durante a Primavera dos Livros.

IX – DISPOSIÇÕES GERAIS

   Quaisquer dúvidas, divergências ou situações não previstas neste regulamento serão resolvidas pela Coordenação do Programa “Rio, uma cidade de leitores”.


Rio de Janeiro, 23 de setembro de 2015.

ANEXO 





PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SUBSECRETARIA DE ENSINO
COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

FICHA DE INSCRIÇÃO
CONCURSO DE REDAÇÃO - 2015
Minhas memórias literárias

Nome: ______________________________________________________________________
(   ) Professor          PI          PII          PEF          PEI
(   ) Bibliotecário
Matrícula: ______________________
Função: ____________________________________________________________________
Unidade de lotação: ________________________________________________________

DECLARAÇÃO

   Declaro estar ciente do regulamento do concurso Minhas memórias literárias, com o qual estou inteiramente de acordo, e autorizo a Secretaria Municipal de Educação a promover sua impressão e divulgação.

Nome: ______________________________________________________________________
Assinatura: _________________________________________________________________

Rio de Janeiro, _____ de ______________________ de 2015.

Maratona de Histórias 2015 - orientações gerais

Maratona de Histórias da Rede Pública Municipal de Ensino do Rio de Janeiro
Edição 2015

Orientações Gerais para a Mobilização nas BEM, Escolas, Creches, EDI e CRE:

A Maratona de Histórias é uma ação do Programa Rio, uma cidade de leitores, que envolve a mobilização de toda a Rede Pública Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, em torno do livro e da leitura de literatura. Desde 2009, a Maratona é realizada na Semana Nacional da Leitura, instituída pelo Governo Federal através da Lei n°11.899 de 08/01/09 (em anexo), sendo sempre em torno do dia 12 de outubro, quando se comemora o Dia Nacional da Leitura.

Propõe-se o desenvolvimento de diferentes práticas leitoras no âmbito de todas as unidades escolares, Coordenadorias Regionais e Educação e Nível Central da SME/RJ, de acordo com o cronograma previamente estabelecido.

            Os principais objetivos da Maratona de Histórias são:

- Reconhecer a importância do livro como objeto cultural, da leitura como prática social e do texto literário como ingrediente fundamental para a formação geral de crianças, jovens e adultos;
- Valorizar as ações promovidas pelas/nas Salas de Leitura e BEM, dando visibilidade ao trabalho desenvolvido;
- Divulgar o acervo existente em cada unidade, facilitando o acesso dos leitores aos títulos de literatura, nos diferentes suportes disponíveis.      
 
As ações podem ocorrer, simultaneamente, em diferentes modalidades, nas Unidades Escolares, Bibliotecas Escolares Municipais, Coordenadorias Regionais de Educação e no nível central da Secretaria Municipal de Educação, envolvendo:

- Rodas de leitura; rodas de conversas literárias; tertúlias literárias; contação de histórias; troca-troca de livros; encontros com autores; exposições de textos produzidos por alunos, pais, professores, bibliotecários e funcionários; saraus lítero-musicais; gincanas literárias; panfletagem poética, dentre outras possibilidades. Todas as atividades devem ser planejadas de acordo com a realidade de cada contexto, considerando seus limites e possibilidades, envolvendo toda a comunidade escolar.

Reconhecendo que nesta mesma semana, além do feriado nacional de 12 de outubro, são comemorados os dias das crianças e dos professores, considera-se importante avaliar a possibilidade de integrar todas as festividades, realizando ações que favoreçam o encontro entre crianças, adultos e os livros.

Em 2015, a Maratona será realizada entre os dias 12 e 16 de outubro e, por esta razão, propõe-se a organização da Maratona de modo que, a cada dia, uma região da cidade esteja mobilizada de acordo com os dias úteis da semana:


DIA 13
DIA 14
DIA 16

CRE 03,04,11,CREJA
CRE 02,05,06,07
CREJA

CRE 01, 08, 09, 10


É importante realizar o registro de todas as atividades realizadas, por meio de fotos, vídeos, relatos escritos e listagens de presenças. Tais registros subsidiam a avaliação e o planejamento de ações em cada unidade e podem ser enviados para a Gerência de Mídia, pelo e-mail smemidia@rioeduca.net para que sejam divulgados nos portais da SME, assim como nas mídias sociais (Facebook e twitter do Programa). Para tanto, é necessário atentar para a autorização do uso de imagens.



Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos




Institui o Dia Nacional da Leitura e a Semana Nacional da Leitura e da Literatura.


           O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

           Art. 1o  São instituídos o Dia Nacional da Leitura e a Semana Nacional da Leitura e da Literatura, a serem anualmente celebrados, em todo o território nacional.

 § 1o  O Dia Nacional da Leitura será comemorado em 12 de outubro.

 § 2o  A Semana Nacional da Leitura e da Literatura será aquela em que recair o Dia Nacional da Leitura, nos termos do § 1o deste artigo.

 Art. 2o  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Brasília,  8  de  janeiro  de 2009; 188o da Independência e 121o da República.

 LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

Roberto Gomes do Nascimento

 Este texto não substitui o publicado no DO de 9.1.2009

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Aconteceu na BEM da Penha...

BEM DA PENHA - ÁLVARO MOREYRA

RETROSPECTIVA 1º SEMESTRE DE 2015


            Tendo como foco os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, começamos em março as nossas atividades culturais:

Poesia na Praça

           

 Aos sábados, funciona na Praça Marechal Maurício Cardoso, em Olaria, a feira Orgânica da Leopoldina.


            A partir de março, passamos a fazer parte das atividades culturais, levando poesia, música e o “pegue e leve” de livros.




Março -  “Sarau Mulheres do Rio”
Saraus

            Atividade bimestral que engloba poesia e música.

            Os participantes compõem o Bloco da Leitura e a Banda do Livro.








       




Maio - Sarau da Lusofonia




            
          

















Cult Pop Rio
            Movimento que pretende agregar e divulgar a produção literária e artística da comunidade.


Cartaz do evento




Agosto - Sarau Cult Pop Rio

Exposições temáticas






Alice na Cidade Maravilhosa

Homenagem aos 150 anos de lançamento do livro “Alice no país das Maravilhas”, de Lewis Carroll:





















Biblioteca Escolar Municipal da Penha - Álvaro Moreyra
Rua Leopoldina Rego, 734 - Telefone: 3885-8477
CEP 21021-522
Facebook: www.facebook.com/BemDaPenha
Twitter: @bemdapenha
Horário de funcionamento: das 9 às 17h

Postado por Ana Cristina Pinto, subgerente da BEM

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Aconteceu na BEM Dique...

RESUMO DAS ATIVIDADES NA BEM DIQUE NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015

Este é um resumo de algumas atividades realizadas na BEM Dique José Lins do Rego, no primeiro semestre de 2015.

Nos meses de janeiro e fevereiro tivemos a oficina de chapéus: O Chapeleiro Maluco, onde crianças, adolescentes e adultos da comunidade usaram toda a sua criatividade para criar os mais divertidos chapéus.



No mês de março comemoramos os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, para festejar a comunidade fez diversos desenhos usando como plano de fundo a imagem comemorativa do aniversário de nossa cidade.














Em abril e maio houve a premiação dos vencedores do concurso da oficina do Chapeleiro Maluco e também o concurso Pequeno escritor construção de histórias, texto e ilustração, nesse concurso nossas crianças escreveram um livro contando histórias de seu cotidiano e fazendo suas próprias ilustrações.











No dia 13 de junho comemoramos o aniversário da Biblioteca Escolar Municipal do Dique com uma festa para a comunidade.


Nos meses de julho e agosto ocorreu a oficina de Decupagem em caixas de madeira caixinhas decorativas.


Além de contação de histórias, tarde de jogos, uso dos computadores para pesquisas escolares e para fins recreativos, orientação a pesquisas, apresentação de grupos de dança, entre outros.



Grupo de dança Incena, na BEM do Dique

Acompanhe as novidades da BEM do Dique pelo blog: http://bemdodique.blogspot.com.br/

Biblioteca Escolar Municipal do Dique - José Lins do Rego
Rua Thales de Carvalho, s/nº - Telefone: 3855-7095
CEP 21240-330
Facebook: https://www.facebook.com/bibliotecaescolar.dique?fref=ts
Twitter: @BEMDique
Horário de funcionamento: das 9 às 17h

Postado pela Bibliotecária Catiana.

Programação de setembro


"Poesias pela cidade"Setembro 2015
DomSegundaTerçaQuartaQuintaSextaSab
12345
8h - Desfile cívico em Sulacap - Participação da BEM de Sulacap
10h - Mostra de cinema na BEM Paquetá*
67Feriado89101112
13141516171819
12h Roda de Leitura na BEM Glória

14h - Cineclube na BEM da Penha - Parceria EM Aníbal Freire **14h - Oficina de Poesia na BEM Paquetá*
2021 2223242526
UM POEMA EM CADA ÁRVORE (saiba mais AQUI)
27282930
14h - Sarauzinho da Primavera, na BEM da Penha ***

* Mostra de cinema com a prof. Angélica Ventura - BEM Paquetá;
* Oficina de Poesia com o poeta Jorge Ventura - Projeto Um poema em cada árvore - BEM Paquetá;

** 

***

E mais:

Exposições do mês:
  • Poesias pela cidade - BEM da Glória;
  • O Rio amanheceu poeta - BEM da Penha
1 a 18 - Poetas clássicos e contemporâneos
21 a 30 - Poesias para o público infantil

Exposições permanentes:


  • Rio 450 na BEM de Paquetá;
  • Exposição Permanente– Rio 450 anos - Livros e reportagens sobre o Rio de Janeiro, na BEM da Glória;
  • Estante das Novidades - livros novos da BEM da Glória;
  • Arte na Banheira - BEM de Copacabana;
  • Vinícius de Moraes - saleta Boteco do Vinícius - BEM do Leblon;
  • Folclore sempre - livros e objetos do Folclore - BEM do Leblon;
  • BEM Musical - instrumentos musicais na BEM do Grajaú;
  • BIBLIOBOOK: Mural informativo na BEM Grajaú, sempre homenageando outra BEM;
  • Rio de janeiro - BEM da Penha;
  • Sou negro sim! Na BEM da Penha;
  • Coleção Especial na BEM Sulacap - Clássicos infantis - Cds em LIBRAS.
  • Espaço Rachel de Queiroz - Biografia e bibliografia da Imortal patrona da BEM da Cidade das Crianças.

Por que poesia?
"...a poesia nos traz à tona emoções ou pensamentos que às vezes nem sabíamos que tínhamos, mas, de repente, despertados pelos versos do poema, surgem com vigor em revelações iluminadoras, súbitas ou gradativas, que passam a nos acompanhar pela vida afora. Por vezes até as guardamos de cor, tamanha a força sonora e musical que a formulação poética é capaz de adquirir, naquela maneira única e perfeita que algum poeta criou. Nenhuma outra experiência cultural consegue fazer isso com tamanha profundidade e de forma a deixar marcas tão duradouras. Outras artes são capazes de efeitos semelhantes, com seus próprios meios. Mas como a literatura é feita de palavras, iguais às que usamos em nossa comunicação de todo dia, acaba tendo condições excepcionais para ser acessada por todos, democraticamente, com mais facilidade. Desde que nos acostumemos a ela, pela constância."

MACHADO, Ana Maria. Sangue nas veias. In Retratos da Leitura no Brasil 3. Disponível em: <http://www.imprensaoficial.com.br/retratosdaleitura/RetratosDaLeituraNoBrasil3-2012.pdf>. Acesso: 01 ago. 2015.